sexta-feira, 11 de julho de 2008

" A evolução é apenas uma teoria; nunca foi provada."

Primeiro, devemos clarificar o que "evolução" significa. Como tantas outras palavras, tem mais de um significado. Sua definição estritamente biológica é "a mudança de freqüências dos alelos no decorrer do tempo”. Por essa definição, a evolução é um fato incontestável. A maioria das pessoas parece associar "evolução" principalmente com ancestralidade comum, a teoria de que toda a vida originou-se de um mesmo descendente. Muitas pessoas acreditam que há evidência para chamar isso de fato, também. De qualquer modo, ancestralidade comum ainda não é a teoria da evolução, mas apenas uma fração disso (e parte de várias teorias bem diferentes também). A teoria da evolução não apenas diz que a vida evoluiu, mas também inclui mecanismos, como mutações, seleção natural, e deriva genética, nas explicações de como a vida evoluiu.

Chamar a teoria da evolução de "apenas uma teoria" é, estritamente falando, verdadeiro, mas a idéia que isso tenta passar é completamente errada. O argumento apóia-se numa confusão entre o que "teoria" significa no uso informal e em um contexto específico. Uma teoria, no sentido científico, é "um coerente grupo de proposições gerais usado como princípios de explicações para uma classe de fenômenos" [Random House American College Dictionary]. O termo não implica em caráter provisório ou falta de certeza. Geralmente teorias científicas diferem de leis científicas apenas pelas leis poderem ser expressas mais brevemente. Em ser uma teoria implica-se autoconsistência, concordância com as observações, e utilidade. (O criacionismo falha em ser uma teoria principalmente pelo último ponto; faz poucas ou nenhuma previsão do que se esperaria encontrar, então não pode ser utilizado para nada. No que faz previsões falseáveis, elas provam ser falsas.).

Falta de provas não é uma fraqueza, também. Pelo contrário, alegar infalibilidade para uma conclusão é um sinal de extrema arrogância. Nada no mundo real foi alguma vez rigorosamente provado, nem algum dia será. Prova, no sentido matemático, é possível apenas se você tem o luxo de definir o universo em que você está operando. No mundo real, devemos lidar com níveis de certeza baseados em evidência observada. Quanto melhor a evidência que tivermos para algo, mais certeza damos a isso; quando há evidência suficiente, consideramos algo como um fato, ainda que não se tenha 100% de certeza.

O que a evolução tem é o que qualquer boa alegação científica tem - evidências, aos montes. A evolução é validada por uma vasta gama de observações nos campos da genética, anatomia, ecologia, comportamento animal, paleontologia, e outros. Se você deseja desafiar a teoria da evolução, você deve levar em conta essas evidências. Você deve saber se as evidências apontadas erroneamente são irrelevantes ou se elas se adequam melhor à outra teoria. Claro, para fazer isso, você deve conhecer tanto a teoria quanto suas evidências.

Por:Mark Isaak, 1995,1997.


Texto retirado do site: http://www.biociencia.org/index.php?option=com_content&task=view&id=92&Itemid=83



Visitem e saibam mais sobre a evolução biológica

Um comentário:

Juari disse...

Sobre o tema:"A Evolução é uma teoria; nunca foi provada.", não restritamente falando, creio que com o passar do tempo esta questão veio se teornando cada vez mais complexa entre as pessoas, pois é necessário salientar que a maioria da humanidade só acredita no que vê, no real e não no imaginário desacreditando de fatores que predominantemente poderiam ter nos trazido à existência juntamente com todos os seres que nos acompanham. Absurdo trartando-se de uma humanidade que vive constantemente com situações onde o imaginario é realidade. Entretanto, acredito que com o avanço da tecnologia, todas essas questões sobre a evolução serão totalmente esclarecidas o mais breve possivél

Aluno: Juari (3º- M 13)
Col. Est. Polivalente San Diego.